Navigation

Plebiscito pode proibir testes com animais na Suíça

Suíça tem em 13 de fevereiro de 2022 o quarto plebiscito sobre a proibição de testes científicos com animais.

Este conteúdo foi publicado em 27. janeiro 2022 - 14:00

A iniciativa (n.r.: um projeto de lei levado à referendo após o recolhimento de um número mínimo de assinaturas de eleitores) exige o fim de todas as experiências em seres humanos e animais, assim como a proibição da importação de novos produtos desenvolvidos com tais métodos.

A proposta foi lançada por um grupo de cidadãos, do qual fazem parte médicos, terapeutas e agricultores. Eles são apoiado por cerca de 80 organizações ecológicas, de proteção dos animais e de adeptos da medicina alternativa. 

Aproximadamente 556 mil animais foram utilizados em pesquisas médicas e científicas na Suíça no ano passado, como informa o Depto. Federal de Segurança Alimentar e Veterinária.

Em números, houve uma queda de 18% em relação a 2015, quando a tendência de declínio começou. Entretanto, cerca de 1.400 animais foram submetidos a experimentos de grau 3 (+7,8%), o que significa: foram testes que causam grande dor aos animais. 

Os defensores do projeto de lei afirmam que os testes devem ser proibidos para evitar sofrimento aos animais, ressaltando que existem formas alternativas de pesquisa.

Já o Parlamento suíço considerou o projeto de lei pouco efetivo e teme que sua aprovação prejudique a pequisa realizada no país. A maioria dos deputados e senadores defende a legislação atual, que só permite testes com animais se não houver métodos alternativos disponíveis.

Os eleitores na Suíça já rejeitaram três propostas semelhantes em plebiscitos: 1985, 1992 e 1993.

Adaptação: Alexander Thoele

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?