Navigation

Invernos quentes estão se tornando mais frequentes

Como o coronavírus continua a sua devastação, é fácil perder de vista a grande crise de antes da pandemia: a crise do clima. Analisamos os números oficiais das temperaturas para mostrar como este inverno se tornou o mais quente da História da Suíça.   

Este conteúdo foi publicado em 15. abril 2020 - 15:03

Este mapa animado mostra como as temperaturas do inverno (inverno meteorológico, dezembro a fevereiro) evoluíram, em média, nas três diferentes zonas climáticas da Suíça ao longo dos últimos 155 anos.

O Departamento Federal de Meteorologia e Climatologia, conhecido por MeteoSwiss, divide a Suíça em três regiões climáticas: norte dos Alpes e abaixo de 1.000 metros acima do nível do mar (MANM); norte dos Alpes e acima de 1.000 MANM e sul dos Alpes.

Em 2020, a temperatura média nacional de inverno subiu para 0,7°C. As temperaturas positivas extremas no inverno, com uma média nacional superior a 0ºC, só ocorreram quatro vezes desde o início dos registros da temperatura, em 1864. Invernos extremamente quentes como estes são um fenômeno dos últimos 30 anos, quando a temperatura média de inverno na Suíça era de pouco menos de -2ºC.

Ao mesmo tempo, os invernos frios com temperaturas bem abaixo de -4°C parecem ter desaparecido do clima atual da Suíça.

Comparando o período pré-industrial de 1871-1900 com o atual período de 1991-2020, os invernos suíços tornaram-se quase 2°C mais amenos. No seu boletim climático de 2019/2020, MeteoSwiss afirma que o aumento da temperatura normal do inverno, os invernos extremos acima dos 0°C e o desaparecimento dos invernos realmente frios são sinais claros das mudanças climáticas em curso.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?