Navigation

A concorrência é acirrada no Prix de Lausanne

A 45° edição do Prix de Lausanne para jovens dançarinos está sendo um sucesso: 68 dançarinos oriundos de 17 diferentes países disputam um lugar ao céu. (Carlo Pisani, swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 02. fevereiro 2017 - 15:45
swissinfo.ch

Uma das particularidades desse concurso, considerado um dos mais importantes da dança clássica, é que os candidatos são avaliados durante cinco dias ao invés de apenas um. O júri é composto por especialistas internacionais.

Em 2017, na seção de variação contemporânea, os dançarinos encenam uma peça do coreógrafo John Neumeier, diretor do Balé de Hamburgo.

A competição final ocorre em 4 de fevereiro. Os premiados receberão uma bolsa de estudos para frequentar, por um ano, uma escola de dança ou companhia de balé de renome.

As melhores companhias e escolas de dança do mundo são parceiras do Prix de Lausanne, seja a "Royal Ballet School" de Londres, a "School of American Ballet", de Nova Iorque, ou o "Béjart Ballet", de Lausanne.


Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?