Navigation

Empresas se preocupam com a escassez de pessoal por causa da Covid

Uma pessoa infectada tem que passar sete dias em quarentena, mas a comunidade empresarial suíça afirma que há provas dos EUA de que cinco dias é suficiente. Keystone/Alessandro Della Valle

A Federação Empresarial Suíça (também conhecida como economiesuisse) solicitou uma flexibilização das regras de quarentena para evitar a escassez de pessoal nas empresas devido ao recrudescimento das infecções por Covid.

Este conteúdo foi publicado em 06. janeiro 2022 - 10:04
swissinfo.ch/ets, swissinfo.ch/urs

Roger Wehrli, da economiesuisse, disse à rádio pública SRF na quarta-feira que os períodos de quarentena e isolamento para pessoas infectadas ou contatos próximos deveriam ser reduzidos para cinco dias.

Ele disse que muitas empresas estavam lutando para planejar com antecedência por causa de funcionários faltando por doença, o que poderia interromper a produção.

Um período de quarentena mais curto "poderia ajudar a manter o equilíbrio certo entre vida econômica e social e o fardo sobre as unidades de terapia intensiva", disse Wehrli ao jornal Blick.

O governo recentemente encurtou a quarentena para pacientes assintomáticos da Covid de dez para sete dias. O isolamento está atualmente fixado em dez dias.

O Departamento Federal de Saúde Pública na quarta-feira informou um recorde de 31.109 novos casos confirmados de Covid nas últimas 24 horas, um aumento de 66% da média de sete dias.

As internações hospitalares aumentaram 5% enquanto o número de pacientes em terapia intensiva caiu ligeiramente.

Especialistas em saúde alertaram que o número de hospitalizações aumentaria mesmo após a temporada de festas de fim de ano.

Eles também disseram que a escassez de pessoal nos hospitais devido à doença poderia causar problemas.

Fechamento de restaurantes

Vários hotéis e restaurantes em resorts de montanha no sudeste da Suíça tiveram que fechar em função da falta de pessoal.

"A ômicron está em toda parte", disse o presidente do setor de restaurantes do cantão de Graubünden à agência de notícias Keystone-SDA. Ele menospreza o impacto dos fechamentos temporários. Sua contraparte do setor hoteleiro está, entretanto, exigindo a vacinação obrigatória da Covid.

Outros setores, especialmente escolas, bem como as Ferrovias Federais Suíças, disseram que estavam se preparando para uma possível escassez de pessoal, chamando pessoal aposentado ou estudantes, ou mesmo convocando funcionários da gerência e administração para tapar os buracos por conta das ausências.

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?